Mulher de óculos está em um escritório. Ela confere uma planilha com diversas linhas, números, palavras e gráficos. Ao seu lado está uma grande janela por onde entram raios solares.

8 dicas essenciais para a expansão da sua empresa

Dos milhões e milhões de empreendedores brasileiros, há os que ainda estão no estágio inicial da caminhada, enquanto outros já se encontram estabelecidos no mercado. Sabe o que esses 2 grupos têm em comum? O objetivo de, um dia, promover a expansão de suas empresas!

O desejo de ver o negócio crescer e prosperar está em cada empreendedor, em cada profissional que se dedica a fazer do ambiente empresarial um espaço melhor e mais próspero tanto para funcionários quanto para clientes. Mas o que sempre vêm à mente é: como?

Por onde começar a expansão da empresa, quais atitudes, estratégias e ações devem ser levadas a cabo para que o negócio cresça ordenadamente e com sustentabilidade? Pois continue acompanhando nosso post e descubra agora mesmo!

Aprenda com o passado

A trajetória da empresa diz muito a respeito de como a gestão tem direcionado as ações para o crescimento. Planos feitos, metas atingidas, projetos concluídos, faturamento, retenção de talentos e turnover, entre outras informações, podem contribuir (e muito) para entender o que foi feito, o que foi bom, o que foi ruim e como seguir adiante, sempre pensando em melhorar sua performance cada vez mais.

Se as coisas não estão como você gostaria, procure aprender com a situação. Analise interna e externamente o ambiente de negócios, crie sua matriz SWOT para avaliar forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, além de começar o quanto antes a desenvolver seu planejamento estratégico.

Procure se planejar

O planejamento estratégico é peça fundamental para a expansão da empresa, uma vez que concentra toda a visão de futuro esperada para o empreendimento por meio de objetivos, metas, estratégias e indicadores de desempenho. É no planejamento estratégico que você deve se pautar para tomar decisões de investimentos e reestruturações, a fim de promover o crescimento do negócio de forma ordenada.

Tenha em mente que o planejamento estratégico está dividido em 3 níveis: estratégico, tático e operacional. O estratégico toma conta da organização como um todo, o tático desdobra os objetivos estratégicos para os setores e o operacional leva as metas individuais e coletivas a todos os funcionários.

Fique de olho no financeiro

Falar em expansão da empresa sem falar em um controle acirrado do financeiro é bem arriscado. Afinal, todas as ações internas e externas do negócio refletem diretamente no faturamento. Uma queda de produtividade ou de qualidade nos produtos e serviços afeta as receitas e pode comprometer seus planos de expansão.

Nesse sentido, é imprescindível nunca perder de vista seu financeiro. Mantenha sistemas de controle eficientes e faça auditorias periódicas para confrontar o que foi previsto no seu planejamento orçamentário e o que está efetivamente sendo realizado. Assim fica mais fácil fazer qualquer tipo de ajuste antes que um problema pontual se transforme em uma bola de neve.

Revise seu enquadramento tributário

Para muitos empresários, expandir exige algumas mudanças em relação à constituição da empresa e a seu enquadramento tributário. Se você está inscrito no SIMPLES Nacional como empresa de pequeno porte, por exemplo, e resolve crescer ainda mais, quando atingir o limite de faturamento de 3,6 milhões de reais ao ano precisará decidir sobre um novo regime de tributação: Lucro Real ou Lucro Presumido.

Obviamente, seu contador de confiança deve alertá-lo para essas questões, mas não custa nada estar preparado para esse tipo de situação. É preciso pensar em reservar dinheiro para os impostos, realizar as alterações documentais necessárias e reforçar o time da contabilidade para que tudo saia perfeitamente bem nesse momento de grandes realizações.

Construa uma equipe forte

Expandir é assumir novos desafios, enfrentar campos em que a empresa ainda não esteve e ganhar, pouco a pouco, a confiança dos consumidores e da sociedade como um todo. E sem uma equipe fortalecida, superar tudo isso fica muito mais difícil.

Assim, procure capacitar seu time para que os colaboradores estejam preparados para as mudanças que se aproximam. Invista em treinamentos técnicos e comportamentais, prepare as lideranças, identifique os talentos e valorize quem sempre esteve a seu lado.

Compartilhe com sua equipe os objetivos estratégicos do negócio, ouça cada feedback como um conselho de um amigo próximo e esteja aberto às críticas. Lembre-se de que é no momento da expansão da empresa que todas as arestas devem ser aparadas para que os erros do passado não voltem a ser cometidos.

Cresça ordenadamente

Costuma ser bastante tentador investir tudo de uma vez, promovendo uma verdadeira avalanche de mudanças ao mesmo tempo, a fim de recomeçar com uma infraestrutura totalmente nova. No entanto, é preciso considerar que toda expansão também tem riscos.

Variações do mercado, crises econômicas e necessidades inesperadas podem acontecer. Portanto, seja cauteloso e planeje seu crescimento de forma ordenada. Para isso, defina etapas, investimentos, recursos necessários, prazos e viabilidade de cada projeto. E tenha paciência, porque é melhor crescer um pouco a cada dia do que ver todos os seus esforços irem por água abaixo por pura falta de planejamento ou mesmo de preparo para executar determinadas ações.

Conte com reforço tecnológico

Crescer também significa se profissionalizar, organizar a estrutura da empresa, os processos e os fluxos de informação que correm de um setor para o outro. E, para tanto, nada melhor que adotar tecnologias que automatizem atividades, que facilitem as responsabilidades e mantenham um registro fiel de tudo o que foi feito na empresa.

Procure integrar soluções como ERP, CRM, automação de marketing, Big Data, entre outras, formando assim seu Business Intelligence — ou inteligência de negócios. Quando você passa a coordenar as ações a partir de dados concretos, torna-se mais fácil alinhar estratégias, pessoas e resultados, encurtando assim o caminho até a expansão.

Monitore sua performance

Não se esqueça de que nenhuma dessas ações mencionadas até aqui é linear. Tudo acontece concomitantemente, assim como o monitoramento dos seus indicadores de desempenho.

Se você deseja expandir os negócios para outros mercados, por exemplo, estabeleça metas realistas e acompanhe os índices de captação de leads e vendas. Se seu objetivo é a abertura de novas filiais, implemente apenas uma e monitore seu desempenho para saber como anda seu desenvolvimento e, só na hora certa, pensar na segunda e na terceira.

Use o Ciclo PDCA (Plan, Do, Check, Act) para se manter sempre em movimento, de preferência sempre melhorando, mas sem colocar em xeque suas conquistas até aqui. Existem diversas ferramentas de gestão que podem trazer um novo olhar para seu planejamento, facilitando a compreensão de onde você está e aonde pretende chegar.

Você já está planejando a expansão da empresa? Quais dessas medidas já tomou e quais ainda faltam para ter um processo mais tranquilo e ordenado? Deixe seu comentário e participe da conversa!

Veja Também

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.