Mulher desenhada aponta para um gráfico em uma lousa branca. Ela veste roupa social.

Como promover a expansão do meu negócio de maneira saudável?

O objetivo pessoal de muitos administradores e empreendedores é colaborar para a formação de uma grande empresa. Afinal, quem não quer ter seu nome gravado na história da próxima Apple ou Coca-Cola?

Porém, promover a expansão de negócio não é um trabalho de curto prazo. Pelo contrário, o crescimento só é sólido quando ocorre de maneira organizada, progressiva, contínua. É por esse motivo que falamos em “crescimento sustentável”. Isso significa que ele se mantém (se sustenta) ao longo do tempo.

Neste post, vamos trazer os principais aspectos que você deve ter em mente para promover a expansão do seu negócio, sem cair na armadilha de um crescimento rápido e superficial. Confira!

Estabelecer metas claras

Sem dúvidas, o aspecto mais importante para garantir uma expansão saudável ao seu negócio é o estabelecimento de metas claras. Elas servirão de guia para que você possa desenvolver e, também, medir essa expansão. Mas o que são “metas claras”?

Um conceito interessante que você pode usar é o de metas SMART. Essa palavra em inglês significa “inteligente”, mas também é uma sigla formata pelas iniciais das seguintes palavras:

  • specific (específicas);
  • measurable (mensuráveis, que podem ser medidas);
  • attainable (realizáveis, que podem ser concretizadas);
  • relevant (relevantes);
  • timely (com uma data certa para ser cumprida).

Em outras palavras, você deve estabelecer para o seu negócio metas de expansão que não sejam genéricas demais. Pense exatamente aonde você quer chegar.

Deseja ser o maior da sua região? Estabelecer unidades de trabalho em todos os estados do Brasil? Começar a exportar seus produtos para o Japão?

Os objetivos também devem ser realistas e relevantes, o que evitará que você desperdice tempo e recursos em um trabalho sem recompensas.

Além disso, você deve estabelecer indicadores de performance para sua meta, para que possa acompanhar o progresso em direção a ela. E tenha um prazo, para que a expansão não se torne um projeto apenas no papel, que nunca é posto em prática.

Seguir um bom planejamento orçamentário

Dificilmente a expansão de negócio acontece por acaso. O sucesso nessa empreitada depende em grande parte do planejamento. E podemos destacar principalmente o planejamento orçamentário.

Quando uma empresa se aventura a expandir os negócios, deve priorizar determinados investimentos e deixar outros para depois. Além disso, como a expansão exige um bom aporte financeiro, também é necessário descobrir quanto a empresa tem disponível e de onde poderia tirar mais, caso seja preciso.

Pense em uma analogia com um orçamento pessoal. Se você decidir comprar uma nova casa, terá que economizar em coisas menos importantes — como compras e restaurantes — por algum tempo. Talvez também precise de uma segunda fonte de renda para levantar o dinheiro necessário.

Além do planejamento orçamentário, outras coisas também devem ser estabelecidas com clareza desde o princípio. Por exemplo: quais serão os fornecedores com os quais você contará para atender sua nova demanda? Será preciso adquirir mais máquinas e equipamentos ou contratar mais funcionários? A expansão vai depender de uma nova estratégia de marketing?

Tenha em mente que todos os setores e atividades da empresa vão sofrer (e exercer) algum impacto da expansão de negócio. Por esse motivo, você deve planejar cada um deles de acordo com as novas práticas e metas da empresa.

Aumentar o lucro e reduzir gastos internos

Continuamos no tema dos recursos financeiros. Como já foi apontado no item anterior, é preciso ter aporte suficiente para concretizar os planos de expansão de negócios. Isso significa economizar ou, em termos corporativos, aumentar o lucro e reduzir os gastos.

A maioria dos empreendedores acha mais fácil reduzir os gastos, com medidas como o corte de pessoal ou a substituição de fornecedores. Porém, considere a possibilidade de aumentar os preços de seus produtos, para obter uma margem de lucro maior. Se você tem um bom produto e bom atendimento, possivelmente o mercado vai acompanhar esse aumento.

Se for realmente necessário cortar custos e reduzir despesas, cuidado para não transformar isso em um tiro no pé!

Por exemplo, se você deixar sua equipe muito enxuta para economizar com salários, pode perceber depois que não tem a força de trabalho necessária para realizar as operações da expansão de negócio (mesmo que você consiga o capital).

Captar investimentos

Já que estamos falando sobre a importância dos recursos financeiros, aqui vai mais um ponto ao qual você deve estar atento. Quando sua empresa não dispõe do valor necessário para executar determinado projeto de expansão, você pode — e deve — buscar parceiros para investir na ideia e no negócio.

Investimentos são obtidos de várias formas: por meio de programas do governo, de bancos e instituições privadas ou, até mesmo, junto a empresários bem-sucedidos que gostam de diversificar suas atividades.

Independentemente do caminho que você escolha, uma coisa é unânime: você deve estar muito bem preparado para apresentar e defender sua proposta.

Para conseguir investimentos, você tem que responder a muitas perguntas sobre aspectos operacionais, mercadológicos e financeiros do projeto. Saber negociar também é uma habilidade importante para ter sucesso na captação de recursos.

Identificar novas oportunidades de negócios

A grande diferença entre uma empresa que fica estagnada (ou até desaparece) em relação a outra que cresce e acompanha a evolução do mercado está na capacidade de identificar novas oportunidades.

Um dos melhores exemplos é a famosa Kodak. Gigante no setor de fotografia, foi a primeira a desenvolver uma câmera digital. Porém, não conseguiu identificar a oportunidade desse novo tipo de produto e engavetou o projeto, enquanto continuava focando seus negócios nos filmes para máquinas analógicas.

Devido a essa falha de percepção, a Kodak acabou perdendo sua importância no segmento. Aos poucos, ela foi substituída por fabricantes como a Canon, Nikon e Sony.

Portanto, para expandir seu negócio, você precisa estar atento a novos nichos que surgem no mercado, novos públicos inexplorados, novas tendências de consumo e de inovação. E, para agarrar as oportunidades, lembre-se: é preciso ser o primeiro ou ser o melhor.

A expansão de negócio saudável é um trabalho que se desenvolve aos poucos e, muitas vezes, exige certa dose de flexibilidade.

Mesmo com planejamento, você pode ter que fazer algumas tentativas e ajustar o curso ao longo do caminho a fim de atingir suas metas. Portanto, não desista no primeiro obstáculo! Afinal, nenhuma grande empresa começou do topo.

Gostou das nossas recomendações? Então, curta a página da 99 no Facebook e acompanhe todas as atualizações!

Veja Também

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.