Grupo de três pessoas sentadas ao redor de uma mesa de madeira olhando para um notebook.

Auditoria interna e externa: Entenda como elas funcionam!

Na gestão de empresas, algumas boas práticas são indispensáveis para que as organizações consigam se manter dentro das normas regulatórias. Além disso, algumas estratégias são importantes para reforçar valores, como transparência e clareza. Dessa maneira, as companhias conseguem medir sua performance, mostrar seu desempenho para o mercado e maximizar seus ganhos. 

Neste cenário, priorizar a auditoria interna e externa é uma das maneiras de acompanhar o desenvolvimento e a maturidade da organização, monitorando seu potencial  competitivo.

Por isso, neste artigo vamos abordar o conceito de auditoria interna e externa, destacando o que são, como funcionam e quais são as vantagens de cada uma delas.  

Ficou interessado? Continue acompanhando e boa leitura! 😉

Auditoria interna e externa: qual a diferença?

As auditorias internas e externas são bastante diferentes, tanto em termos de objetivos como de procedimentos. Mas quais são, de fato, as diferenças? 🤔

A principal diferença é que as auditorias internas não são regulamentadas e podem, portanto, ser aplicadas com mais flexibilidade. Elas podem ser usadas para destacar dados úteis para uma empresa que busca aumentar a segurança da informação, gerenciar riscos de forma mais eficaz e garantir a conformidade.

Enquanto isso, as auditorias externas não apenas fornecem outra camada de controle, mas também criam transparência e aprimoram a imagem pública de uma empresa.

Embora as funções de auditoria interna e externa sejam complementares e possam precisar trabalhar juntas, seus objetivos e áreas de enfoque são diferentes. Contudo, as duas funções não competem ou entram em conflito; em vez disso, ambas contribuem para uma liderança eficaz.

Os auditores internos têm uma visão holística dos sistemas de governança, risco e controle de sua organização (em outras palavras, principalmente informações não financeiras).

Em contrapartida, os auditores externos estão preocupados com a precisão das contas de negócios e a condição financeira da organização. Em alguns setores, eles analisam também a conformidade da organização com as leis e regulamentos.

Veja no quadro as algumas das diferenças entre auditoria interna e externa:

Auditorias internasAuditorias externas
ObjetivoO objetivo de uma auditoria interna é educar a administração e os funcionários sobre como eles podem melhorar as transações comerciais e a eficiência da operação.O objetivo de uma auditoria externa é dar confiabilidade e credibilidade aos relatórios financeiros enviados para os acionistas.
Responsabilidade Um auditor interno é um consultor de confiança que aconselha a alta administração sobre a melhor forma de gerenciar os riscos e metas da empresa.Os auditores externos não têm responsabilidade para com a organização, a não ser determinar a precisão das demonstrações financeiras anuais.
Relatórios paraUm auditor interno se reporta àqueles dentro de uma organização. Um auditor externo se reporta aos acionistas que estão fora da estrutura administrativa de uma organização. 

O que é auditoria interna?

Uma auditoria interna é realizada pelas empresas para avaliar e garantir que os controles internos, governança corporativa e processos contábeis de uma organização estão operando de forma eficaz.

Ela fornece uma visão clara sobre o estado atual das coisas na organização, mostrando o que pode ser melhorado, bem como quais lições podem ser aprendidas com situações que dão errado.

As auditorias internas também ajudam a colocar em prática novos processos, promover a prestação de contas e agregar valor à alta administração e às partes interessadas.

Geralmente esse modelo de auditoria não abrange um campo, mas sim muitas facetas das operações de negócios, como conformidade, relatórios financeiros, operações e assuntos jurídicos.

As auditorias internas são frequentemente vistas como uma forma eficaz de garantir o cumprimento e a execução das políticas estabelecidas. Além disso, também podem ajudar a descobrir as melhores práticas e novas sinergias em toda a empresa.

O que as auditorias internas fazem? Um olhar mais atento!

Os auditores internos geralmente não fazem parte das operações de negócios de uma empresa, mas atuam como consultores para vários órgãos de supervisão ou para a equipe de liderança interna de uma empresa.

Padrões da auditoria interna

As melhores práticas para auditoria interna são construídas em torno dos processos sugeridos pelo governo.

Os relatórios de auditoria interna buscam atingir os quatro padrões abaixo: 

👉 Objetivo: opiniões imparciais e informativas expressas nas recomendações do relatório;

👉 Clareza: uma linguagem concisa usada para transmitir recomendações e análises;

👉 Precisão: uma análise de custo/benefício para determinar o nível de precisão necessário para produzir uma recomendação relevante;

👉 Oportunidade: relatório divulgado imediatamente após a análise ser feita, para garantir a retificação imediata de quaisquer deficiências identificadas.

No desenvolvimento deste tipo de trabalho, os auditores internos utilizam as melhores práticas de empresas de consultoria, contabilidade e gestão.

Benefícios da auditoria interna

Muito bem, já entendemos um pouco melhor sobre o que é auditoria interna, mas quais são seus benefícios, afinal?

Conheça algumas das vantagens de contar com uma auditoria interna: 👇 

  • Ajuda a proteger os ativos e reduz a possibilidade de fraude;
  • Melhora a eficiência nas operações;
  • Aumenta a confiabilidade e integridade financeira;
  • Garante o cumprimento das leis e regulamentos;
  • Estabelecer procedimentos de monitoramento.
Mulher em uma empresa com um yablet nas mãos.
Apesar de diferentes, uma auditoria interna e externa possuem partes complementares, sendo de grande importância para a empresa como um todo.

O que é auditoria externa?

Agora, falando sobre o outro lado da moeda, a auditoria externa consiste no processo em que auditores independentes realizam a tarefa de examinar cuidadosamente a validade dos registros financeiros da empresa.

Com essa análise, eles buscam descobrir se existe alguma distorção nos registros devido à fraude, erro ou apropriação indébita. Se qualquer inconsistência é identificada, cabe ao auditor externo reportá-la aos stakeholders da empresa.

Objetivos centrais da auditoria externa

De maneira geral, uma auditoria externa pode ser orientada por dois objetivos centrais: 👇 

  • Expressar uma opinião sobre a condição financeira da organização e os riscos de relatórios financeiro; ou
  • Avaliar a conformidade da organização com os regulamentos, leis e padrões federais / estaduais ou específicos da indústria aplicáveis.

Uma vez feita a coleta e análise das informações necessárias, o auditor externo deve elaborar seu relatório por escrito, tomando como base as evidências e dados coletados a partir das demonstrações financeiras.

Essencialmente, esse é um dos principais objetivos de uma auditoria externa: obter a certificação das demonstrações financeiras da empresa. Muitas vezes, é a partir dos dados deste tipo de relatório que são conduzidas as tomadas de decisão sobre novos investimentos.

Além disso, todas as empresas de capital aberto ou companhias que vendem suas ações devem seguir a legislação. Ou seja, devem ter suas demonstrações financeiras auditadas para obter a certificação.

Benefícios da auditoria externa

Assim como auditoria interna, o modelo de auditoria externa também apresenta seus benefícios. Confira quais são: 👇

  • Melhora os sistemas e controles internos. Os auditores não se concentram apenas nos números, mas também obtêm uma compreensão dos sistemas gerais da empresa.
  • Valida o trabalho desenvolvido pela empresa e fornece credibilidade;
  • Garante um nível maior de transparência e aumenta a confiança dos acionistas.

Qual o papel da auditoria interna e externa?

A função independente de um auditor é importante para reforçar a credibilidade das demonstrações financeiras de uma empresa e sua conformidade com os regulamentos. A auditoria interna e externa também é capaz de avaliar objetivamente a eficácia dos controles internos da empresa.

De maneira simples e objetiva, a auditoria interna e externa é importante porque fornece credibilidade a um conjunto de demonstrações financeiras e dá aos acionistas a confiança de que as contas são verdadeiras e justas. Também pode ajudar a melhorar os controles e sistemas internos de uma empresa.

A jornada de aprimoramento contínuo e qualificação do time é orientada também pelas falhas identificadas nos processos. Qualquer tipo de lacuna ou erro mapeado na auditoria representa uma oportunidade de fazer diferente, aprender e crescer. 

Pensando em realizar uma auditoria interna e externa?

Pensando em conduzir uma auditoria interna e externa na sua empresa? Antes de começar, faça um levantamento de todos os seus custos. Vale, por exemplo, buscar identificar com precisão o custo com transporte de profissionais, usando plataformas inteligentes de transporte, como a 99 Empresas.

Com 99Empresas, além da organização do seu transporte corporativo ficar muito mais simples e prática, os líderes e gestores conseguem ter uma visão mais nítida e ampla em relação aos gastos com mobilidade e entrega. 

Desse modo, é possível coordenar a locomoção de cada colaborador da melhor forma para a pessoal, e também para a empresa. Tudo de bom, não é mesmo?

Assim como a auditoria interna e externa, essas novas ferramentas simplificam muito a nossa vida. Invista no serviço de auditoria e, depois, conta pra gente o que achou. 😉

Gostou do conteúdo? Confira outros artigos repletos de dicas no nosso blog. Te esperamos lá! 

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *