Homem segura uma caneta azul com a mão e risca gráfico impresso em um papel que está sobre a mesa.

Redução de custos: a sustentabilidade como bom negócio

A sustentabilidade não é somente uma bandeira ambientalista. O tema já é foco de atenção em empresas do mundo todo, devido aos benefícios econômicos provenientes de práticas sustentáveis. Além disso, os consumidores estão cada vez mais atentos às marcas que se engajam nesse propósito.

Uma empresa sustentável é mais popular, enquanto simultaneamente reduz custos desnecessários, além de favorecer o meio ambiente. Conheça aqui dicas sobre como tornar o seu negócio mais sustentável enquanto diminui gastos!

Use racionalmente a água e energia

Em 2015, a crise hídrica e energética no Brasil tornou ainda mais essencial a preocupação com a sustentabilidade. Aproveitamento da água da chuva, adoção de energia e aquecimento solar, e até instalação de certas espécies de plantas no escritório são algumas das possíveis maneiras de reduzir o uso de energia e água.

Porém, algumas dessas mudanças exigem um investimento maior no curto prazo, que podem não caber no orçamento da empresa. Também não adianta muito utilizar energia solar se ela ainda é usada em excesso! Há diversas formas de racionar a água e a energia, por isso você pode optar por aquelas mais adequadas ao seu negócio no momento.

Crie instalações sustentáveis

Escolha itens mais eficientes para a infraestrutura do ambiente de trabalho. Na iluminação, escolha lâmpadas de LED ou fluorescentes e utilize sensores de presença para impedir que as luzes se acendam desnecessariamente. Essas alternativas podem custar algum dinheiro a princípio, mas compensam no longo prazo por possuírem maior vida útil e consumirem menos energia.

Utilize também aparelhos eletrônicos como geladeiras e computadores que consomem menos recursos. Nos banheiros, use torneiras que reduzem o fluxo e são ativadas com a proximidade das mãos e utilize secadores de mão elétricos em vez de papéis descartáveis.

Torne o ambiente favorável à luz e ventilação naturais

Utilize mais janelas, favoreça a luz do sol, tenha menos paredes e, portanto, menos lâmpadas acesas e ventiladores ligados. Cores escuras no escritório também criam a necessidade de maior luz.

Se mesmo com essas mudanças o uso do ar-condicionado for realmente necessário, posicione-o de forma que o sol não incida sobre ele. Isso diminui a dificuldade de troca de ar quente por frio, fazendo a máquina trabalhar com menos energia.

Incentive o trabalho remoto

Uma alternativa comum às empresas que pode favorecer a redução de custos é o uso do trabalho remoto. Essa estratégia pode até aumentar a produtividade e satisfação dos empregados! Isso impede que a empresa tenha de realizar grandes investimentos com infraestrutura, reduz os custos de água e luz e reduz a emissão de CO2, já que os funcionários não precisam mais se locomover até o trabalho. Além disso, há pessoas que aceitam salários menores como compensação por poderem trabalhar em casa ou com flexibilidade de horários.

Reduza o uso de matéria-prima

Às vezes a sustentabilidade começa de decisões bem pequenas: a Universidade de Rutgers no Estados Unidos, por exemplo, simplesmente mudou a opção padrão das impressoras do laboratório para que elas usassem os dois lados do papel. Esse ato salvou mais de 7 milhões de folhas de papel no primeiro semestre, o equivalente a 620 árvores!

Certas empresas ainda podem adotar a opção de abolir o uso do papel de vez no dia a dia: com alternativas de armazenamento em nuvem, uso de assinaturas eletrônicas, transações online e outras opções tecnológicas, não é mais necessária a utilização de folhas.

Fazendo uso de certa criatividade, também há outras formas de reduzir uso de matéria-prima: que tal trocar os copos descartáveis próximos ao bebedouro por canecas personalizadas com nomes dos funcionários, por exemplo? E em vez de usar máquinas que utilizam cápsulas de café descartável, não é mais fácil utilizar a garrafa térmica tradicional? Mudanças simples podem ter um grande impacto.

Reutilize a matéria-prima

A reutilização da matéria-prima não está necessariamente dentro da empresa. Ela pode estar associada à cadeia de produção. Por exemplo: dependendo do seu modelo de negócios, é possível negociar com fornecedores para devolver certos itens (como embalagens que seriam descartadas) e negociar descontos com essa mudança.

Se os seus fornecedores não oferecem essa opção, talvez seja o momento de conscientizá-los a respeito, ou até mudar para outros que são favoráveis a preços menores sob essas condições.

Readeque produtos e processos da empresa

Quais processos e produtos em seu negócio podem ser readequados? Empresas como a Unilever estão comprometidas a reduzir pela metade seus impactos ambientais até 2020.

Uma das formas de atingir essa meta foi adequando as embalagens e a concentração de produtos para diminuírem de tamanho, mantendo a quantidade e qualidade do produto armazenado. Essa redução custou menos para o bolso da organização mas causou grande mudança no meio ambiente.

Porém, essa criatividade para reelaborar os produtos não é uma história nova. Em meados de 1867, a famosa empresa de bebidas Johnnie Walker adotou garrafas quadradas para poder transferir maior quantidade de itens ocupando menos espaços em navios.

Essa medida também reduzia a quantidade de garrafas quebradas no trajeto e resultou em grandes lucros, além do fortalecimento da marca com uma embalagem mundialmente conhecida.

Estimule a cultura da sustentabilidade

Um local de trabalho sustentável se constrói a partir da mudança na cultura organizacional. Incentivos diários e estímulos que relembrem os funcionários de questões ambientais fazem com que atitudes sustentáveis sejam um hábito e não um empecilho.

Há empresas que introduzem bicicletários e vestiários para estimular os usuários a ir de bicicleta para o trabalho. Há também a possibilidade de inserir murais que incentivem caronas solidárias e cestos de lixo separados para coleta seletiva.

Criar indicadores que meçam a sustentabilidade e metas para esses indicadores gera maior motivação, por focar em resultados palpáveis.

Mais do que redução de custos…

A Natura, empresa brasileira, figurou entre as 100 mais sustentáveis do mundo em 2015 e 2016. O resultado disso? A empresa possui um faturamento anual de cerca de 5 bilhões e é mundialmente reconhecida.

A sustentabilidade pode significar mais do que redução de custos, ela pode criar reconhecimento da marca, aumentar a fidelização de consumidores conscientes e, por consequência, favorecer o meio ambiente. Portanto, ser sustentável é um excelente negócio para as empresas contemporâneas.

Quer conhecer mais atitudes que favorecem o crescimento de seu negócio? Leia também nosso texto sobre 10 maneiras de cortar custos na empresa!

Veja Também

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.