painel-com-dados-gráficos-estratégicos

Mapa estratégico: melhore a sinergia dos setores da sua empresa

Você já ouviu falar em mapa estratégico? Essa ferramenta ajuda as empresas a desenharem suas estratégias para cada setor de forma gráfica e reúne os principais indicadores e os desafios ligados a eles que a organização terá de enfrentar para cumprir seus planos estratégicos e crescer.

Criar um na sua empresa pode ajudar a entender os caminhos para fazer a equipe de vendas ser mais efetiva, melhorar o atendimento e visualizar e planejar as ações necessárias para todas áreas.

Por ser visualmente dinâmica essa ferramenta consegue trazer uma ótima perspectiva das atividades e metas mesmo que a empresa tenha diversas áreas que precisem atenção.

Com tantos benefícios você deve estar se perguntando como fazer um na sua empresa, não é mesmo? A seguir, separamos os principais passos para desenhar um mapa estratégico. Confira

5 passos para criar o seu mapa estratégico empresarial

  1. Defina um objetivo central

Imagine que o seu atendimento precisa melhorar, a estrutura física da sua empresa precise de alguma reforma e você tenha que investir em novos computadores para atender os clientes com mais agilidade.

Certo, foram pontuados vários indicadores de qualidade que precisam de atenção, mas o primeiro passo é pontuar qual o seu objetivo-chave. Isso é, você precisa atender a todos esses requisitos para vender mais, ganhar mais mercado, conquistar novos clientes, aumentar o ticket médio dos clientes fidelizados ou reagir a uma ameaça de mercado?

Cadastre-se e receba dicas exclusivas para sua empresa crescer mais!

  1. Criando os quadros do BSC

O mapa estratégico é uma ferramenta criada em 1992 pelos professores da Harvard Business School e integra as metodologias do Balanced Scorecard (BSC), uma forma de medir e analisar a performance de vários indicadores empresariais.

Após criar o seu objetivo central, é o momento de criar os quadros usados no BSC, que devem reunir uma visão estratégica de vários pontos do seu negócio com base na visão de futuro da empresa e estarem interligados entre si. Como por exemplo:

  • Finanças – Como aumentar o capital da empresa sem cortar custos?
  • Consumidores – Como fidelizar os clientes e entregar um produto/serviço de valor?
  • Crescimento – Nossa visão empresarial está alinhada com os objetivos atuais de crescimento?
  • Operações – Os processos internos da empresa são satisfatórios? O que precisa ser otimizado para ganhar mais clientes e ganhar vantagem competitiva frente aos concorrente?

Você vai gostar também: Planejamento Empresarial: saiba como fazer o seu para 2020

  1. Encontre os indicadores

Uma vez definido o objetivo central é a hora de encontrar os indicadores específicos que precisam de atenção em cada setor e se eles atendem ou não a visão de futuro proposta.

  1. Separe em objetivos menores

Certo, seu mapa estratégico já está com a base estruturada, mas agora é a hora de criar objetivos menores dentro de cada setor e indicador levantado. Para cumprir um objetivo-chave, cada área da empresa deve atender e ter metas e desafios específicos, que variam de acordo com a escolha central.

Por exemplo, se você tem como foco fidelizar clientes as áreas de atendimento devem ter uma missão específica definida de acordo com o indicador, como melhorar o pós-venda. 

Já o setor financeiro também precisa estar alinhado com essa meta, investindo em estratégias que tornem o custo/benefício mais atrativo. Dessa forma, todos caminham na mesma direção.

  1. Desenhe!

Após definido todo o processo é a hora de desenhar o mapa estratégico. Lembre-se que ele não pode ser um relatório, mas sim um recurso visual e gráfico que apresente os objetivos, os dados e a pontuação do progresso em cada um deles.

Você pode usar uma lousa, cartolinas, aplicativos de gestão de tarefas ou até mesmo Post-it’s. O mapa precisa ser acessível a todos os envolvidos e de fácil entendimento.

Você já conhecia essa ferramenta? Deixe a sua resposta nos comentários e compartilhe a sua experiência com a gente!

Sua empresa tem o controle total dos custos com o transporte de funcionários? Descubra como a 99 Empresas pode te ajudar a gerenciar esse benefício de forma prática, dinâmica e segura, independentemente do tamanho do seu empreendimento. Clique aqui e saiba mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.