quadro-em-fundo-amarelo-sair-da-zona-de-conforto

4 maneiras de sair da zona de conforto e encarar novos desafios na empresa

A empresa está estruturada, os processos fluem bem e você tem controle das situações. No entanto, o medo de inovar é constante e a repetição virou o principal foco.

Se você se identificou com esses sinais é provável que tenha dificuldades para sair da zona de conforto e isso não significa botar a perder o que você já conquistou, mas sim pensar fora da caixa e ir em busca de novas metas. Então, confira as nossas dicas a seguir e prepare-se para encarar os novos desafios.

Comece a sair da zona de conforto em 4 passos

  1. Por que é importante sair da zona de conforto?

O primeiro ponto é entender o porquê sair da zona de conforto é importante. Assim como no esporte em outras áreas da vida não é possível evoluir sem sair da zona de conforto. Se você espera crescer na carreira ou fazer a empresa expandir não adiantará fazer sempre tudo igual. Até um certo estágio isso fará sentido, mas haverá o tempo em que a inovação será o único caminho e a acomodação pode significar perder mercado para o concorrente. Pense nas empresas que revolucionaram o mercado nas últimas décadas, seja na tecnologia, na alimentação ou no transporte. Todas elas estão inovando, mesmo que seja em seu próprio ramo.

  1. Coloque-se em situações de desafios

Se você não desafia a si mesmo, nunca irá sair da zona de conforto. Crie novas metas para si mesmo, como aprender uma nova língua, aprimorar-se na sua área com uma especialização ou apresentar um novo projeto na empresa. Desafios com certeza não irão faltar.

[E-Book Gratuito] Veja Como Ter Mais INOVAÇÃO No Seu Negócio!

  1. Ser criativo é encarar os erros de frente

A criatividade não é somente ter ideias novas, mas sim também saber lidar com momentos em que as suas sugestões não dão certo na prática. É essa a principal barreira e medo que os profissionais enfrentam na hora de serem mais criativos no trabalho. Ser resiliente e encontrar soluções em meio às falhas é o grande diferencial.

  1. Aceite que não sabe tudo

Alguns gestores acabam superestimando seus conhecimentos e não conseguem aceitar que é impossível saber tudo, assim a capacidade de se adaptar às mudanças e desenvolver novas habilidades é extremamente prejudicada. A adaptabilidade ao desconhecido é chamada de neuroplasticidade ou plasticidade neural, e esta será uma habilidade cada vez mais exigida de profissionais que precisam gerenciar equipes e processos que dependem de inteligência e variações emocionais. Neurocientistas também afirmam que uma das principais formas de aprender é ensinar. Então, compartilhe ou que você está aprendendo com seus colaboradores e sócios.

Que tal sair da zona de conforto do transporte corporativo? Chega de perder horas com o reembolso! Conheça a 99 Empresas e saiba como isso é possível.

Veja Também

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.